Act. Escutistas Internacionais » Como fazer uma AEI     Entrar
6 passos
  
«Eu já fiz uma AEI». E tu?

Todos os anos existem centenas de escuteiros a atravessarem as fronteiras para viverem atividades diferentes. São já muitos aqueles que programam, arriscam e experimentam uma aventura internacional mas a pergunta persiste: "Como? Como é que se faz?"


A Secretaria Internacional responde.

O CNE tem regulamentadas as diretrizes internacionais que contemplam os procedimentos a ter em conta para realizar uma atividade escutista internacional (Ato normativo do CNE, parte integrante do Anexo 1 do Regulamento Geral).
Estes procedimentos são importantes por duas razões fundamentais:
- Segurança de todos os associados (porque uma atividade escutista internacional acarreta sempre mais riscos e variáveis do que uma atividade em território nacional)
- Intencionalidade e enriquecimento pedagógico (para que se conheçam e sejam acompanhados todos os projetos que saem do país, e para que os agrupamentos possam aprender uns com os outros). 
Pretende-se que os agrupamentos criem atividades de cariz internacional que possam ser aproveitadas ao máximo, muitas vezes através da experiência de alguém que já esteve no mesmo local, outras vezes com o apoio à interação com escuteiros locais ou até estabelecimento de uma parceria efetiva.
Há alguns requisitos mínimos para um agrupamento que queira realizar uma atividade escutista internacional:
- Pelo menos um dos dirigentes ou caminheiros envolvidos na organização da atividade deverão ter frequentado o Encontro de Preparação Internacional. Todos os anos a Secretaria Internacional disponibiliza as datas dos EPIs AQUI. Esta formação permanece válida pelo período de cinco anos.
- Devem preencher 5 meses antes a ficha de intenção (para a secretaria internacional estar preparada para dar apoio a esse projeto) e que contém informação muito geral sobre o projeto.
- Fcha de projeto até 3 meses antes da saída (para que se possa fazer algum enriquecimento e eventual estabelecimento de parcerias)
- Ficha de confirmação até 1 mês antes da saída. Esta ficha contém os NINs e nomes de todos os elementos que a secretaria internacional enviará para a mediadora de seguros  a informar que se trata de uma atividade escutista.
- Ficha de relatório até 3 meses depois da atividade.
Todos estes formulários têm de ser enviados com conhecimento para a o Interlocutor Internacional da região (na ausência deste, deverá ser enviado para a Junta Regional e Junta de Nucleo).


Agora o difícil vai ser não fazer uma Atividade Escutista Internacional.

  

Documentos
 TítuloData de ModificaçãoTamanho
Cartaz A2 - português10-02-2012406,40 KB
Cartaz A2 - inglês10-02-20125,59 MB
  

   
Copyright 2010 - CNE :: Internacional   Condições de Utilização  Declaração de Privacidade